Exame oftalmológico: quais são mais importantes de fazer?

6 minutos para ler

Você acha que somente quem usa óculos precisa realizar exames oftalmológicos? Pois saiba que qualquer pessoa, seja qual for a idade, deve fazer o acompanhamento com o oftalmologista para garantir que tudo vai bem com a saúde dos olhos.

Esse especialista identifica problemas iniciais, o que pode prevenir a perda de visão e outras doenças. Nesse sentido, não vá ao médico apenas quando sentir um incômodo: o ideal é que ele faça parte das consultas de rotina para que você e todos da sua família vivam melhor.

Quer conhecer os exames oftalmológicos mais importantes? Então, não deixe de conferir este post e descubra também quais são os sintomas oculares que merecem atenção. Boa leitura!

Por que cuidar da saúde dos olhos?

Para realizar nossas atividades diárias, precisamos da visão; por isso é tão importante levar a sério os cuidados com a saúde dos olhos. Na verdade, fazer o exame oftalmológico é tão essencial que até os recém-nascidos, quando ainda estão na maternidade, já passam pelo teste do olhinho.

É um procedimento simples, mas que pode detectar doenças como catarata congênita, glaucoma congênito e até retinoblastoma, um tipo de câncer. Desse modo, os cuidados com a saúde ocular, que começam ainda nos primeiros meses de vida, não podem ser suspensos.

As crianças precisam passar anualmente pelo oftalmologista e realizar uma avaliação geral a fim de detectar alguma alteração de grau e a necessidade de usar óculos. A mesma preocupação devem ter os adultos. Nesse caso, esse grupo necessita ter atenção ao glaucoma, principalmente depois dos 40 anos, à DMRI (Degeneração Macular Relacionada à Idade) e também à catarata após os 50 anos.

Quais exames oftalmológicos precisam ser feitos?

Quer saber para que serve cada exame oftalmológico? Veja a seguir os principais.

Exame de fundo de olho

O exame de fundo de olho, denominado fundoscopia ou oftalmoscopia, visualiza as estruturas do fundo de olho, como:

  • nervo óptico;
  • vasos e artérias retinianos;
  • retina, em especial sua região central, chamada de mácula.

É um procedimento simples, rápido e indolor, que pode ser feito em pacientes de qualquer idade. Com ele, é possível prevenir o glaucoma e até acompanhar o avanço de doenças sistêmicas, do tipo hipertensão e diabetes.

Mapeamento da retina

É um exame oftalmológico rápido, indolor e feito com um equipamento de alta tecnologia (oftalmoscópio indireto), que emite uma luz intensa nos olhos do paciente, permitindo a obtenção de uma imagem das retinas.

Para fazer o procedimento, a pessoa recebe um colírio que dilata a pupila e, desse modo, facilita a visualização das estruturas do olho, como detalhes da retina, tanto da região central quanto de áreas periféricas. Por meio do mapeamento da retina, o médico consegue identificar problemas como:

  • glaucoma;
  • catarata;
  • descolamento de retina;
  • miopia degenerativa;
  • DMRI;
  • má formação ocular;
  • tumores.

Tonometria

A tonometria é um exame oftalmológico que faz a medição da pressão interna do globo ocular. Essas variações ocorrem por conta do humor aquoso, um líquido produzido e eliminado pelo organismo que fica entre a íris e a córnea, sendo formado por 98% de água e 2% de sais.

Assim, é a quantidade desse humor aquoso que estabelece a pressão intraocular. Quando ocorre algum desequilíbrio na produção e na eliminação desse líquido, há variação dessa pressão.

A tonometria deve ser realizada principalmente por pacientes idosos e por aqueles que têm casos de histórico familiar de pressão intraocular elevada. É um exame recomendado também para quem tem suspeita de glaucoma, de algum tipo de tumor ocular, como o de íris, ou apresenta sangramento intraocular.

Gonioscopia

É um exame importante para o diagnóstico e o acompanhamento de algumas doenças oculares, como casos de glaucoma (verificando se já está instalado e qual é o seu tipo), cistos, tumores e outras.

A gonioscopia faz a avaliação do ângulo da câmara anterior dos olhos (onde a íris e a córnea se encontram) por meio de lentes de aumento que ficam em contato com a córnea. O paciente recebe um colírio anestésico e um gelatinoso para fazer o procedimento.

Exame de refração

Quando se fala dos procedimentos realizados na consulta com o oftalmologista, não podemos deixar de mencionar o exame de refração. Ele verifica se o paciente tem a necessidade de utilizar óculos ou lentes de contato.

O exame verifica a acuidade visual do paciente, definindo o grau de correção de que ele necessita para voltar a enxergar bem.

Exoftalmometria

A exoftalmometria verifica a medida do grau de protrusão do globo ocular. Para isso, o médico utiliza um instrumento que se assemelha a uma régua. Essa avaliação permite diagnosticar e acompanhar doenças na órbita, como casos de tumores e de hipertireoidismo.

Quais sintomas oculares merecem atenção?

É necessário incorporar as consultas ao oftalmologista na agenda de saúde da família; contudo, procure o especialista sempre que surgirem alguns dos sintomas oculares como os que listaremos abaixo.

Sensação de vista cansada

Muitas vezes, devido ao esforço para ler ou focalizar pessoas e objetos, muita gente sente que a “vista está cansada”. Saiba que esse incômodo não é natural, pois pode indicar a necessidade de utilizar lentes corretivas ou outros problemas.

Dor de cabeça

Algumas pessoas, inclusive crianças, sentem dor de cabeça constantemente e nem desconfiam que o quadro pode indicar algum problema de visão.

Dificuldade para enxergar

Se você tem dificuldade para ler de perto ou de longe ou para identificar objetos, procure o oftalmologista a fim de verificar se há problemas de acuidade visual. Para crianças, é um sintoma que precisa ser investigado para não comprometer o aprendizado.

Outros sintomas que não podem ser negligenciados

  • vermelhidão ou dor nos olhos;
  • coceira nos olhos;
  • vista duplicada;
  • hipersensibilidade à luz;
  • lacrimejamento excessivo.

Agora você já sabe o objetivo de realizar o exame oftalmológico, os principais exames realizados e os sintomas que demandam maior atenção. Por isso, não descuide da saúde dos seus olhos: passe pelas consultas periódicas com o especialista e siga o tratamento recomendado.

Quer marcar a consulta com o oftalmologista de maneira rápida e sem burocracia? Entre em contato com a equipe do AmorSaúde e descubra as facilidades de cuidar da saúde em uma clínica popular!

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe uma resposta