banner_blog_abril
oftalmologista infantil oftalmologista infantil

Oftalmologista infantil: veja 8 doenças oculares que trata!

8 minutos para ler

O oftalmologista infantil é responsável por diagnosticar, tratar e acompanhar a saúde dos olhos de bebês e crianças, além de prevenir a manifestação de problemas oculares. 

Sua assistência tem uma importância muito grande, tendo em vista que nessa faixa etária é bastante comum ter problemas no desenvolvimento da visão e erros refrativos. 

Sendo assim, confira mais aqui sobre para que serve o oftalmologista infantil e saiba a fundo sobre a saúde ocular dos pequenos:

Para que serve oftalmologista pediatra?

Entendendo o que é oftalmologista, de modo geral, o médico oftalmologista se responsabiliza a exercer papéis fundamentais para manter a estabilidade do sistema visual, através da realização de exames, diagnósticos, tratamentos e cirurgias. 

O ramo de atuação da oftalmologia pediátrica tem a função de executar essas tarefas com relação a problemas oculares de bebês e crianças. Nesse grupo, o aparelho da visão ainda está se desenvolvendo, à vista de que atinge sua maturidade por volta dos 5 anos de idade, urgindo a necessidade de recorrer a essa assistência médica.

Assim, há como detectar possíveis intercorrências no processo de formação, bem como tratar e acompanhar o estado de saúde dos olhos. Lembrando que, os cuidados são exercidos após o desenvolvimento completo, e com isso os problemas são solucionados com uma maior eficácia. 

Qual idade devo levar meu filho no oftalmologista?

Ter uma boa saúde ocular é fundamental para uma melhor qualidade de vida e bem-estar, excluindo a necessidade de depender de outras pessoas. Por esse motivo, é extremamente importante garantir uma visão estável desde o nascimento e mantê-la ao longo da infância e pré-adolescência, assim como em todas as fases da vida.

Por exemplo, o teste do olhinho, também chamado de teste do reflexo vermelho (TRV), é feito para identificar anormalidades por meio do reflexo da luz nos olhos do recém-nascido. Posteriormente, as consultas frequentes com o oftalmologista infantil é fundamental para observar possíveis alterações no desenvolvimento da visão e do olho, além de malformações do globo ocular. 

Até os dois anos de idade é recomendado que as visitas sejam realizadas de seis em seis meses e depois deste período de ano em ano, mesmo que as crianças não apresentem sinais ou sintomas nocivos. Independente da gravidade da situação, ela contém a mesma importância. 

A oftalmologia possui um papel essencial durante o período escolar, à vista de que nessa etapa costumam aparecer diversos erros de refração, como a miopia, o astigmatismo e hipermetropia, capazes de atrapalhar o desenvolvimento do aprendizado. 

Vale ressaltar que deve-se dar continuidade nas visitas periódicas mesmo quando a criança já faz uso de óculos de grau, a fim de verificar a evolução do grau do problema de visão. O ideal é que sejam feitas anualmente. 

Olho fechado de uma criança visto de perto

Quais problemas oculares acometem bebês e crianças?

A consulta com um oftalmologista infantil faz toda a diferença para uma vida saudável e tranquila, visto que tratar de problemas oculares também garante que o indivíduo tenha menos chances de desenvolver cegueira e outras doenças de forma geral. 

Portanto, é crucial recorrer a essa assistência médica quando as crianças apresentarem queixas de cefaleia ou mal-estar em razão de forçar as vistas, dificuldade no aprendizado, hábito de apertar os olhos para conseguir enxergar com nitidez ou lacrimejamento excessivo. A seguir, você verá um pouco mais a respeito das possíveis alterações que acometem esse grupo: 

1. Erros de refração

Quando a luz não chega com nitidez à retina, chamamos esse problema de erros de refração ou erros refracionais, um dos problemas que faz parte do dia a dia de inúmeras crianças. 

Os seus tipos mais comuns consistem na miopia, astigmatismo e hipermetropia, que podem ser corrigidos com o uso do óculos de grau ou lentes de contato. 

2. Estrabismo

O oftalmologista infantil tem um papel essencial na vida de crianças que sofrem com estrabismo, tendo em vista que essa condição faz com que os pequenos estejam suscetíveis a problemas na autoestima e convívio social.

A alteração interfere na movimentação dos olhos, fazendo com que pareçam estar olhando para mais de um lado ao mesmo tempo, e na maior parte das vezes se tornam alvos de bullying.

3. Ambliopia

Esse é um dos problemas oculares que necessitam ainda mais da ajuda do oftalmologista infantil, pois é uma das maiores causas da perda de visão em crianças. 

Também chamado de olho preguiçoso, a ambliopia contém a capacidade de reduzir a visão em um olho. Nesse caso, é possível que o indivíduo enxergue de forma diferente em cada olho ou tenha os olhos desalinhados. 

4. Conjuntivite

A conjuntivite é responsável por atrapalhar o bem-estar de diversas crianças, uma vez que essa manifestação traz vários sintomas indesejáveis, como dor, coceira e lacrimejamento excessivo. É necessário estar atento à inflamação da conjuntiva, pois é facilmente transmitida, especialmente em ambientes escolares e creches. 

5. Terçol

Embora o terçol seja bastante comum nos pequenos, é fundamental que o oftalmologista infantil seja consultado, devido aos sintomas nocivos que é capaz de promover, assim como acontece na conjuntivite. Essa inflamação é caracterizada por inchaço, dor, vermelhidão e calor no local.

6. Obstrução lacrimal

Quando notamos que os olhos de bebês recém-nascidos e crianças estão comumente cheios de “lágrimas” ou secreção, é possível que esteja havendo um quadro de obstrução lacrimal. 

A partir do momento que o canal lacrimal passa bastante tempo obstruído, há uma enorme probabilidade de inflamação ou infecção, trazendo dor, inchaço e vermelhidão. Geralmente, o processo de cura acontece naturalmente, mas caso não ocorra é indicado recorrer ao auxílio do oftalmologista infantil. 

7. Catarata congênita

Quando falamos em catarata, logo associamos essa condição ao processo de envelhecimento, mas ela também pode se manifestar durante a infância, sendo chamada de catarata congênita. Com o cristalino afetado, uma maior opacidade é detectada, surgindo em torno dos primeiros meses de vida até os 15 anos de idade.

8. Glaucoma congênito

O glaucoma congênito corresponde a uma elevação da pressão intraocular em recém-nascidos e crianças, por causa do acúmulo de líquido no local, sendo responsável por um crescimento acelerado dos olhos, deixando a visão turva e embaçada.

Oftalmologista fazendo o teste de acuidade visual em uma criança

Como é uma consulta com oftalmologista infantil?

Como você pode ver ao longo do artigo, o oftalmologista infantil fica encarregado de realizar uma série de exames, tratar diversos tipos de problemas oculares e acompanhá-los ou preveni-los ao decorrer de toda a infância. 

Tanto que, com suas abordagens há como prevenir maiores danos e complicações, evitando que problemas irreversíveis aconteçam durante a vida adulta, principalmente quando alguma alteração é constatada. Entre elas, destacam-se: 

Teste de acuidade visual: usado para avaliar a percepção, é feito quando os pacientes apresentam queixas de problemas de vista, sem conseguir enxergar com nitidez; 

Motilidade ocular: ao avaliar os movimentos oculares, com esse exame é possível descartar o estrabismo, sua principal finalidade; 

Avaliação das pálpebras: esse exame é feito com o auxílio de lâmpada de fenda portátil para detectar uma possível necessidade de procedimentos de reparação na região;

Fundoscopia: também chamado de exame de fundo de olho, visa identificar problemas oculares mais severos, como glaucoma e doenças da retina.  

É importante ressaltar que na oftalmologia pediátrica os mecanismos devem ser feitos de uma forma mais didática, lúdica e interativa, visando proporcionar mais conforto e segurança para os pequenos, que costumam não gostar de ambientes médicos. Através disso, eles passam a ter mais confiança no profissional de oftalmologia, facilitando a execução da consulta. 

LEIA TAMBÉM: Quanto custa uma consulta no oftalmologista? Descubra agora!

Onde encontrar um oftalmologista infantil?

Sabemos como é enorme a preocupação de pais e/ou responsáveis pelas crianças, principalmente quando determinados sintomas desagradáveis estão atrapalhando as condições de vida. Por isso, ter um oftalmologista por perto é essencial nos momentos em que as intercorrências aparecem, trazendo mais segurança e tranquilidade. 

Porém, a pesquisa não deve ser dispensada. Saber quais são as qualidades do oftalmologista infantil é fundamental para garantir que a consulta seja satisfatória. Para isso, deve-se avaliar:

  1. formações e especializações;
  2. experiência e domínio no mercado atual;
  3. comentários de redes sociais e recomendações de conhecidos;
  4. cuidado com o atendimento e execução dos procedimentos.

A AmorSaúde é a rede de clínicas populares que mais cresce no Brasil, oferecendo diversas especialidades como cardiologia, oftalmologia, odontologia e ginecologia.

Se você gostou deste conteúdo e deseja investir mais na sua saúde, agende já sua consulta conosco!

Posts relacionados

Deixe um comentário