período fértil período fértil

Você sabe o que é o período fértil feminino? Aprenda a calculá-lo!

6 minutos para ler

Tanto para as mulheres que desejam engravidar como para aquelas que querem prevenir uma gravidez na adolescência, por exemplo, saber o seu período fértil é fundamental para que elas consigam planejar os próximos passos de sua vida. De acordo com a faixa etária, as chances de conseguir engravidar naturalmente vão diminuindo com o avanço da idade.

Além do mais, há outros fatores individuais que podem comprometer a fertilidade de cada uma. Por isso, independentemente de você querer ou não ter filhos no momento, o ideal é fazer um check-up médico periodicamente, não apenas para o controle de doenças, mas também, para a prevenção de situações que podem ser comprometedoras na vida adulta.

Para você que tem dúvidas sobre o que significa o período fértil, como fazer os cálculos e os cuidados que cada mulher precisa ter, abaixo, falamos os principais pontos sobre o assunto. Confira!

O que é o período fértil?

Normalmente, no período que compreende um mês, cada mulher tem cerca de seis dias considerados férteis, ou seja, propícios para a concepção de uma gravidez. Nesse curto espaço de tempo, um óvulo amadurecido sai do ovário para o útero e, durante o processo, essa célula feminina pode ser fecundada por um espermatozoide masculino, iniciando uma gestação.

É importante não confundir período fértil com menstruação, pois são situações totalmente distintas. Inclusive, essa fase em que a fertilidade da mulher está alta se inicia cerca de três dias antes do 14º dia do ciclo menstrual — quando esse se enquadra no período regular de 28 dias.

Há mulheres que têm ciclos menstruais menores, maiores ou mesmo irregulares. Ou seja, é importante visitar periodicamente um ginecologista para esclarecer essa e outras particularidades.

Enganam-se aqueles que pensam que o ciclo menstrual diz respeito somente à menstruação, pois ao contrário, acontecem várias reações no corpo feminino. Na primeira metade do ciclo, o óvulo é preparado para sair do ovário, por exemplo.

Já na segunda metade do período, o útero se prepara para receber um óvulo fecundado, ou seja, uma gravidez. Então, para quem tem uma vida sexual ativa, mas não tem a intenção de ter filhos, o cuidado deve ser redobrado nessa fase do período fértil.

Já para os casais que desejam uma gravidez, essa é a época certa para se ter relações com esse intuito. Lembrando que um óvulo tem vida útil de 24 horas, enquanto os espermatozoides podem sobreviver por até cinco dias, ou seja, é possível ter relações alguns dias antes de o óvulo ser liberado e, mesmo assim, ele ser fecundado.

Quais são os sintomas do período fértil?

Até aqui, já deu para entender que é possível calcular quando será o período fértil apenas observando as datas da menstruação e considerando os diferentes ciclos. Além do mais, existem testes encontrados nas farmácias que também podem ser usados facilmente com a mesma finalidade.

Algumas mulheres apresentam sintomas físicos característicos que indicam que elas estão na fase fértil. De maneira geral, alguns dos sintomas mais comuns são:

  • aumento do muco vaginal que ajuda no deslocamento dos espermatozoides;
  • temperatura corporal um pouco mais elevada do que o normal;
  • dor abdominal e mesmo aumento da libido por conta das mudanças hormonais.

Claro que nem todas as mulheres vão sentir os mesmos sintomas e algumas delas nem vão perceber nenhum tipo de alteração. Então, não se baseie apenas pelos possíveis sinais que possam surgir, mas esteja atenta ao seu ciclo menstrual para fazer um melhor controle do período fértil.

Em alguns casos, além das mudanças físicas, a mulher também pode sofrer com a instabilidade emocional, também causada pelos hormônios. Seja qual for o caso e, principalmente, se esses sintomas estiverem atrapalhando a sua qualidade de vida, um ginecologista poderá ajudar a lidar melhor com essas situações periódicas.

Como calcular o período fértil?

período fértil

A primeira informação que você deve considerar ao querer identificar o seu período fértil é entender qual é o tipo de ciclo menstrual. Normalmente, será de 28 dias — que é o período entre o primeiro dia entre uma menstruação e outra.

Ou seja, se hoje for o primeiro dia da sua menstruação e ela for considerada de ciclo normal, daqui a 28 dias se iniciará uma nova semana se menstruação. Porém, por conta das diferenças hormonais de cada mulher, pode ser que esse intervalo tenha mais ou menos dias, como ciclos de 25 ou mesmo 30 dias.

Além disso, há algumas mulheres com ciclos irregulares, que não conseguem identificar esse intervalo tão facilmente. Essa irregularidade pode ser causada por inúmeros fatores, como excesso de atividades físicas, ovários policísticos, problemas na tireoide ou mesmo quadros de estresse, por exemplo.

Mas considerando que o seu ciclo seja regular e, todos os meses, o intervalo entre uma menstruação e outra é o mesmo, considere que seu período fértil começa entre três dias antes do 14º dia do ciclo menstrual e termina três dias depois, ou seja, tem uma duração média de seis dias.

Como evitar uma gravidez não planejada?

Ao manter relações durante esse período fértil, as chances de acontecer uma gravidez são grandes — desconsiderando fatores como idade, por exemplo. Para aqueles que querem evitar a vinda de um filho, o ideal é usar algum método contraceptivo, como camisinha, pílula anticoncepcional, DIU (Dispositivo Intrauterino), entre outros.

Mas é preciso ter atenção quanto ao uso de medicamentos como a pílula, pois há diferentes opções no mercado, de acordo com as necessidades de cada mulher. Por isso, somente um ginecologista poderá receitar a mais certeira para cada caso.

Para quem deseja engravidar, é preciso também ter alguns cuidados, mesmo antes da concepção, como a ingestão de ácido fólico para evitar problemas no feto e mesmo atenção com a alimentação. Querendo ou não ter um bebê, o ideal é sempre buscar orientação médica adequada para não comprometer a saúde.

Viu como o assunto período fértil nem é tão difícil de ser entendido? Bastam alguns cálculos e também um entendimento sobre o próprio corpo para ter mais clareza sobre a melhor época para se engravidar ou reforçar os cuidados para se evitar uma gravidez.

Se você gostou deste conteúdo, aproveite para ler também o post que já fizemos sobre a importância do amor para a saúde!

Posts relacionados

Deixe uma resposta