banner_blog_abril
nimesulida infantil nimesulida infantil

Nimesulida infantil: saiba dosagens, cuidados e precauções!

8 minutos para ler

A nimesulida infantil é um medicamento utilizado em crianças maiores de 12 anos de idade em uma apresentação de suspensão em gotas, que deve ser prescrita somente por um médico pediatra quando há uma grande necessidade. 

Durante a administração, os pais e/ou responsáveis devem tomar cuidado com a dosagem, aplicando o mínimo de gotas possível durante um pequeno período, tendo em vista que esse fármaco é capaz de apresentar riscos à saúde da criança.

Saiba mais aqui sobre o que é nimesulida infantil, para que serve, como tomar, contraindicações, efeitos colaterais e cuidados:   

O que é e para que serve nimesulida infantil?

A nimesulida infantil consiste em um medicamento anti-inflamatório não esteroidal (AINE) recomendado para diversas manifestações que ocorrem quando a criança está doente, como dores inflamatórias, inflamação aguda não-infecciosa do trato respiratório superior, congestão nasal, febre e dor de garganta. 

Com sua ação anti-inflamatória, analgésica e antitérmica, o remédio consegue trazer um rápido alívio de sintomas, no entanto, os efeitos só podem ser usufruídos quando um médico pediatra enxerga a necessidade de seu uso.

Uma avaliação médica deve ser feita a partir do peso e condições de saúde da criança, que são fatores importantes para analisar se o pequeno está pronto ou não para tomar a medicação.

Assim que a decisão for tomada, o motivo da prescrição precisa ser mencionado aos pais e/ou responsáveis do paciente, bem como as dúvidas relacionadas ao fármaco, que incluem principalmente as contraindicações e efeitos colaterais.

Afinal, a nimesulida infantil é contraindicada para crianças menores de 12 anos de idade, à vista de que algumas reações adversas graves foram observadas neste grupo. Esse fator está presente nas bulas do medicamento, junto a determinadas instruções. 

Em razão da alta quantidade de efeitos colaterais, o pediatra tem a opção de substituir essa indicação por uma prescrição de medicações específicas que apresentam menores riscos à saúde. Em qualquer situação, a decisão cabe apenas ao profissional de saúde. 

Como tomar nimesulida infantil gotas?

Um ponto crucial para garantir uma maior segurança durante o tratamento com a nimesulida infantil é administrar o medicamento conforme as orientações médicas passadas pelos pediatras. Dentre essas instruções, é observado o esquema que mais se adequa à situação da criança. 

De modo geral, deve-se agitar antes de usar e administrar 1 gota por kg de peso, duas vezes ao dia, lembrando que cada gota possui 2,5 mg de nimesulida. O remédio deve ser inserido de forma direta na boca da criança ou se desejável diluído em uma pequena quantidade de água. 

Como a nimesulida infantil gotas deve ser tomada em um período de 12 em 12 horas, é recomendado escolher um horário em que a criança não tenha que acordar à noite para medicar-se. Por exemplo, o pequeno pode ingerir a solução às 7 horas da manhã e depois às 19 horas, sempre após as refeições, evitando alimentos que causem irritação gástrica, como é o caso de abacaxi, laranja, mexerica, limão, sucos em pó e café. 

Vale ressaltar que, semelhantemente a todos os anti-inflamatórios não esteroides, é necessário administrar uma menor dosagem em um menor tempo possível de duração de tratamento, a fim de assegurar o estado de saúde do paciente.

O que fazer quando esquecer de administrar a nimesulida infantil

O que fazer quando esquecer de administrar a nimesulida infantil?

Assim que o tratamento com nimesulida infantil for iniciado, é imprescindível usar algum tipo de despertador ou anotação para não esquecer a administração correta das dosagens. Em caso de esquecimento, não deve-se tomar gotas em dobro em hipótese nenhuma, visto que a superdosagem pode ser extremamente perigosa, especialmente em crianças. Sendo assim, o mais aconselhado é esperar pela próxima dose. 

Contraindicações da nimesulida gotas infantil

Assim como todo remédio, sejam eles pertencentes ou não a classe de medicamentos anti-inflamatórios não esteroides, a nimesulida contém as suas contraindicações, que provocam ainda mais reações adversas se a automedicação for exercida, piorando drasticamente o estado de saúde do paciente. 

Sendo assim, um médico pediatra deve ser comunicado em qualquer manifestação de sintomas nocivos, sendo ele o profissional mais indicado para verificar a necessidade do uso da nimesulida infantil. 

Entre as principais contraindicações deste fármaco, estão os seguintes casos:

  • Crianças menores de 12 anos;
  • Mulheres gestantes e lactantes;
  • Hipersensibilidade à nimesulida, ao ácido acetilsalicílico (AAS) ou a outros anti-inflamatórios não esteroides;
  • Úlcera péptica em fase ativa, ulcerações recorrentes ou hemorragia no trato gastrointestinal;
  • Distúrbios de coagulação;
  • Insuficiência renal e hepática.

Efeitos colaterais da nimesulida em gota infantil

A nimesulida é um remédio capaz de provocar inúmeros efeitos colaterais, principalmente quando seu uso é prolongado. Portanto, nenhuma criança que necessite de tratamento anti-inflamatório, analgésico, e antipirético de modo constante deve ser tratada com esse medicamento.

Nas crianças, existem relatos de alguns efeitos colaterais graves, que incluem raras situações compatíveis com Síndrome de Reye, risco de irritação gástrica e sangramento. 

Sendo assim, é extremamente importante comunicar ao profissional de saúde caso existam manifestações das seguintes reações adversas:

Efeito colateral comum: diarreia, náusea e vômito;

Efeito colateral incomum: coceira, rash e sudorese excessiva. constipação, flatulência e gastrite, tonturas e vertigens, hipertensão e inchaço;

Efeito colateral raro: eritema e dermatite, ansiedade, nervosismo e pesadelo, visão opaca, hemorragia, flutuação da pressão sanguínea e ondas de calor, dor ao urinar, sangue na urina e dificuldade para urinar, anemia e eosinofilia, hipersensibilidade, hipercalemia, mal-estar e astenia;

Efeito colateral muito raro: urticária, angioedema, inchaço no rosto, eritema multiforme, Síndrome de Stevens-Johnson, necrólise epidérmica tóxica, dor abdominal, dispepsia, estomatite, melena, úlceras pépticas e perfuração ou hemorragia gastrintestinal, dor de cabeça, sonolência, falência renal, oligúria e nefrite intersticial, púrpura, pancitopenia e trombocitopenia, anafilaxia e hipotermia.

Cuidados com a administração de nimesulida infantil

Cuidados com a administração de nimesulida infantil

Depois de ter conhecimento sobre os efeitos da nimesulida infantil, é necessário se atentar à administração do medicamento. Alguns cuidados são essenciais na hora de dar o remédio à criança, como conferir as informações da receita e definir um local seguro para guardar o medicamento, visando mantê-lo longe do alcance das crianças. 

Siga à risca as orientações do pediatra

Durante a consulta, aproveite o momento para tirar todas as suas dúvidas a respeito do remédio, incluindo as contraindicações e efeitos colaterais. Após a conversa, siga à risca o tratamento indicado e coloque em prática as indicações médicas. 

Leia a bula

Por mais que a maioria das pessoas prefiram não ler a bula e considerem isso um método ultrapassado, é muito importante conferir neste papel quais são as informações a respeito da administração da nimesulida para crianças, e assim certamente um tratamento seguro será proporcionado. 

Não substitua a seringa

Habitualmente, os pais e/ou responsáveis das crianças costumam utilizar uma colher para administrar as dosagens no lugar da seringa que vem na embalagem. Entretanto, essa ação não é aconselhada, tendo em vista que as doses acabam sendo maiores, o que eleva o risco de toxicidade. 

Pensando nisso, coloque a dosagem recomendada na seringa e insira cuidadosamente na boca do pequeno, pressionando o dispositivo para o líquido sair. Assim, além de ser um ato prático, a criança fica entretida.

Deixe a nimesulida infantil fora do alcance das crianças

Por último e não menos importante, garantir que o pequeno não tenha acesso ao medicamento é fundamental para assegurar que não haverá risco de intoxicação pelo excesso de dose ou manipulação errônea da nimesulida infantil. Por isso, guarde-a em armários fechados e em uma altura que impeça o acesso. 

A AmorSaúde é a rede de clínicas populares que mais cresce no Brasil, oferecendo diversas especialidades como cardiologia, oftalmologia, odontologia e ginecologia.

Se você gostou deste conteúdo e deseja investir mais na sua saúde, agende já sua consulta conosco!

Posts relacionados

Deixe um comentário