7 benefícios da terapia que você deveria conhecer

6 minutos para ler

Antigamente era comum que as pessoas tivessem receio em relação à psicoterapia, mas isso tem mudado com o passar dos anos. Inclusive, as universidades que prestam esse serviço observaram que houve um aumento de 20% na procura por atendimento psicológico, principalmente devido aos problemas ocasionados pela crise econômica.

Algumas pessoas têm dificuldade de falar abertamente com alguém próximo, então ter um auxílio psicoterápico se revela como uma ótima saída. Isso porque, na sala com o psicólogo, o paciente consegue ter um momento para falar e refletir sobre seus comportamentos e sentimentos, com a ajuda do profissional para orientá-lo.

Nesse contexto, é importante destacar os benefícios da terapia. Pensando nisso, preparamos este artigo para indicar as principais vantagens de se fazer esse tipo de acompanhamento. Se você tem interesse no assunto, continue a leitura e saiba mais!

1. Descobrir as origens dos comportamentos

Provavelmente, você já se viu agindo em alguma situação e não conseguiu entender o porquê da sua atitude, não é mesmo? Além disso, todos costumam ter particularidades que, a princípio, parecem impossíveis de serem compreendidas.

Por exemplo, existem pessoas que têm dificuldade de se relacionar com os outros, necessidade de receber atenção o tempo todo, vergonha de falar em público, não conseguem tomar atitudes ou sempre agem por impulso. Cada ser humano apresenta complexidades que, antes de serem decifradas, podem ser verdadeiros enigmas.

Dessa forma, um dos benefícios da terapia é possibilitar que o paciente, junto ao psicólogo, possa encontrar a origem dos seus comportamentos. Ao perceber que eles atrapalham o seu dia a dia, é possível mudá-los ou, ao menos, amenizá-los com a ajuda do trabalho terapêutico.

2. Conquistar o autoconhecimento

Ainda que existam diferentes abordagens da terapia, na maioria delas o paciente é quem mais fala e, com isso, ele conhece se ouvir mais e se conhecer melhor. Sendo assim, passa a refletir e responder perguntas cruciais como “quem eu sou? O que eu quero?”, reflexões estimuladas pelo psicólogo.

Portanto, em vez de evitar pensar nas próprias questões, você começa a adquirir uma capacidade de elaborá-las de uma forma melhor e, assim, consegue se conhecer cada vez mais.

3. Elaborar os sentimentos

Falando em elaboração, muitas pessoas têm dificuldade para conseguir entender e formular os próprios sentimentos com clareza, certo? Às vezes, estamos tão confusos que se torna muito difícil entender as nossas emoções.

Dessa forma, em apenas um dia, é possível sentir raiva, tristeza, alegria, desânimo, agitação e diversos outros estados. Afinal, frequentemente o ser humano pode sofrer com instabilidades. Porém, infelizmente, costuma existir uma pressão para ignorarmos os nossos sentimentos, sem refletir sobre eles.

E o que acontece? As pessoas começam a guardar emoções distintas e confusas, sem entender a origem desses sentimentos. Na terapia, entretanto, a conexão com as emoções é trabalhada. Por isso, é mais fácil identificar o que estamos sentindo e o que desejamos fazer com isso.

4. Desenvolver as habilidades

Cada pessoa está em constante aprendizado para aprimorar habilidades tanto intelectuais quanto emocionais. Nesse sentido, enquanto algumas sofrem por ser muito tímidas, outras se incomodam por falar demais e ser muito expansivas.

Além disso, existem diversas outras características que as pessoas prefeririam ter ou não. Na terapia, todas essas questões, em algum momento, podem ser trabalhadas. Por isso, existe a oportunidade de desenvolver as habilidades, pois o psicólogo ajuda o paciente a avançar nesse sentido.

5. Desabafar

Se você tem dificuldades para falar sobre os seus sentimentos com os outros e, no fim das contas, guarda todos eles para si, saiba que um dos maiores benefícios da terapia é poder se expressar sem medo de incomodar ou atrapalhar alguém.

Em muitos casos, sentimos certa insegurança para conversar com amigos e familiares por diferentes motivos, como pensar que eles não nos entenderão ou que isso não resolverá nossos problemas. Além disso, como muitas pessoas têm uma rotina corrida, existe o receio de atrapalhá-los com as questões pessoais.

Existem, ainda, pessoas que consideram irrelevantes os seus próprios medos e preocupações e, por isso, não compartilham os pensamentos. No entanto, ignorar os nossos sentimentos não é a solução, uma vez que é necessário falar sobre eles. Então, quem tem dificuldade de se abrir com amigos próximos encontra na terapia a oportunidade de desabafar.

6. Ressignificar as crenças

Esta é uma das consequências mais interessantes e, também, reveladoras da terapia. A ressignificação de crenças é um processo que ocorre naturalmente no ambiente terapêutico, pois, ao longo da vida, as pessoas carregam várias crenças, aprendidas por diversos meios, como família, escola e meios de comunicação.

Em geral, desde pequenos, aprendemos sobre o que é certo e o que é errado, o que é permitido e o que é proibido, o que faz bem e o que faz mal. Sendo assim, crescemos com ideias que acreditamos estarem totalmente corretas. No entanto, em muitos casos, essas crenças se revelam como angústias para essas pessoas.

Dessa forma, com a terapia, conseguimos ressignificá-las por meio de um processo saudável e decidir o que realmente é válido para a nossa vida. Isso pode, inclusive, mudar o sentido de coisas que fazemos diariamente.

7. Entender os relacionamentos

Desde a infância, as pessoas se relacionam com os pais, familiares, colegas de escola e começam a aprender a viver em sociedade. No entanto, por mais que você vivencie diversas relações durante toda a sua trajetória, isso não significa que elas fiquem mais fáceis. Afinal, cada ser humano é um mundo complexo e diferente de você.

Com o trabalho terapêutico, ocorre um aprofundamento maior em relação a essa questão, pois esse é o espaço onde o paciente fala abertamente sobre os relacionamentos que têm e tiveram. Isso permite que haja uma compreensão muito maior das atitudes dos outros e também das suas dentro dessas relações. Dessa forma, é possível haver uma reorganização em busca de uma convivência saudável.

Como vimos, existem diversos benefícios em se fazer terapia. Então, o importante é iniciá-la com um bom profissional e experimentar o quanto antes as mudanças que ocorrerão na sua vida como consequência desse cuidado com a saúde mental.

Se você quer aproveitar esses benefícios desde já, entre em contato conosco e agende uma sessão de terapia com um psicólogo da rede AmorSaúde. Para isso, verifique a disponibilidade desse setor nas mais de 106 unidades espalhadas pelo Brasil!

site Amorsaúde

Posts relacionados

Deixe um comentário