Uma jovem mulher com sintomas de periodontite. Uma jovem mulher com sintomas de periodontite.

Periodontite: o que é, sintomatologia e causas da doença

6 minutos para ler

A periodontite é uma doença oral inflamatória que, se não for tratada corretamente, pode causar complicações graves, podendo afetar outras áreas da boca.

Saiba mais neste artigo sobre os sintomas dessa condição, como tratá-la e faça nosso quiz para saber se você pode estar com periodontite:

O que é periodontite?

A periodontite, uma das doenças rotuladas pela periodontia ou piorreia, é considerada o estágio mais sério da gengivite ou, como muitos dizem, uma complicação.

Essa condição atinge as gengivas e os dentes por uma inflamação que, se não for bem tratada, pode agravar para perca dentária e problemas no maxilar.

Um dos fatores agravantes da periodontite é que a placa bacteriana que se forma fica localizada nos dentes e parte abaixo da linha gengival, onde escova de dente e o fio dental não conseguem alcançar.

Com a evolução da inflamação espaços surgem e facilitam a entrada de sujeiras e bactérias, situação que faz com que a placa bacteriana se expanda e separe a gengiva dos dentes.

Além disso, se as bactérias da periodontite conseguirem adentrar os vasos sanguíneos, existe risco da formação de outras doenças e problemas de saúde.

Pesquisas apontam que as pessoas mais propensas a desenvolverem a doença são mulheres que apresentam variações hormonais.

Sintomas de periodontite:

Como a periodontite é considerada o agravamento da gengivite, os sintomas são os mesmos. Porém, mais intensos. Segue alguns sintomas da periodontite:

  • Sensibilidade ao escovar os dentes e usar fio dental, ocasionando em sangramento;
  • Sangramento ao ingerir alimentos mais sólidos, ocasionando em sangramento;
  • Gengiva bastante avermelhada e muito inchada;
  • Retração gengival (gengivas abaixadas até a raiz);
  • Paladar alterado;
  • Mau hálito.

Uma moça mostrando inchaço na gengiva, um dos sintomas de oeriodontite.

Quais as principais causas de periodontite:

A maioria dos casos em que ocorre a periodontite é devido à evolução de uma gengivite, ocasionada por um tratamento incompleto ou inadequado. Porém, já foram identificadas algumas causas para o desenvolvimento da periodontite além da gengivite. Segue alguns exemplos:

  • obesidade;
  • histórico familiar;
  • tabagismo;
  • medicamentos que reduzem a produção de saliva;
  • consumo sem moderação de bebidas alcoólicas;
  • doenças que afetam o sistema imunológico, como a AIDS;
  • diabetes;
  • alterações hormonais.

Independentemente da causa, qualquer semelhança com os sintomas citados acima deve ser levada em consideração e tratada para evitar complicações como, por exemplo, a perca dentária.

Como tratar periodontite?

  • Tratamento não cirúrgico:

Como primeiro passo do tratamento da periodontite é realizado um procedimento não cirúrgico, chamado de raspagem e alisamento radicular (RAR). A eficácia do tratamento ocorre através da raspagem e remoção da placa bacteriana e do tártaro dos dentes e superfícies radiculares.

Em seguida, as áreas irregulares nas raízes são alisadas, com intuito de evitar o acúmulo de bactérias. Para aliviar o desconforto durante a realização, pode ser aplicado um analgésico local. Se os resultados forem bons, a gengiva pode cicatrizar perfeitamente e retomar à sua posição normal.

  • Enxerto gengival:

Os enxertos de gengiva podem recobrir as raízes dos dentes, que foram expostas pela retração gengival. Nesse procedimento, é retirado o tecido do palato ou outro local para cobrir as raízes dos dentes, evitando o progresso da retração, infecções e outras complicações.

  • Terapia a laser:

O tratamento à laser é preciso, menos invasivo e ainda leva menos tempo para obter a recuperação, mas não faz dele a melhor alternativa. Tudo irá depender do caso que está sendo tratado.

  • Pericoronarite:

Pode ocorrer em casos que um dente (geralmente um dente do siso) tenta nascer, mas fica preso, e um pequeno retalho de tecido da gengiva se forma sobre o dente atingido, causando acúmulo de alimentos e consequentemente a facilidade para as bactérias se proliferarem, levando à infecção por pericoronarite.

Para cuidar dessa condição, o(a) dentista indica enxague com água e sal para remover os alimentos ou detritos presos. Se as bactérias, ainda assim, não forem contidas podem ser receitados antibióticos.

  • Procedimentos regenerativos:

Procedimento que promove o crescimento do osso em área onde houve a periodontite. Antes de tudo, o dentista realiza a limpeza da placa bacteriana por completa e, em seguida, enxerta o osso natural ou sintético para correção da perca óssea.

Podem ser utilizadas proteínas para estimular o organismo na regeneração de tecidos e ossos. Após esses procedimentos serem realizados, cabe ao paciente manter uma saúde bucal especial, para manter os cuidados com a arcada dentária e evitar que surja, novamente, outras inflamações e/ou infecções.

Seguindo assim, em poucos dias a gengiva estará retornando ao seu estado normal e sem sangramentos.

Um dentista, em seu consultório, realizando tratamento de periodontite na boca de uma paciente.

E como tratar a periodontite avançada?

Na periodontite avançada os dentes apresentam fraqueza e muita mobilidade, e a extração pode ser um dos tratamentos a serem realizados. De qualquer modo deve ser removido todo sinal de infecção, placa bacteriana e afins, além de ser de extrema importância o controle da gengivite.

Quando a doença está controlada e o osso saudável, implantes dentários podem ser uma alternativa de substituição. Alguns casos podem requerer uma cirurgia periodontal, onde se realiza uma abertura da gengiva para limpeza no nível radicular.

O paciente recebe prescrição de fármacos como antibióticos, anti-inflamatórios e analgésicos, em casos que for necessário. Vale lembrar que a higiene bucal somada de alguns fármacos pode contribuir para acelerar o procedimento de recuperação gengival.

Por fim, caso as bolsas na gengiva não fechem e a mesma não se recupere, mesmo com a realização desses procedimentos, pode ser necessária a realização de cirurgia.

A AmorSaúde é a rede de clínicas populares que mais cresce no Brasil, oferecendo diversas especialidades como cardiologia, oftalmologia, odontologia e ginecologia.

Se você gostou deste conteúdo e deseja investir mais na sua saúde, agende já sua consulta conosco!

Posts relacionados

Deixe um comentário