dia mundial da pneumonia dia mundial da pneumonia

[12 DE NOVEMBRO] Dia Mundial da Pneumonia: entenda o que é, quais as causas e como prevenir a doença

6 minutos para ler

Todo dia 12 de novembro é lembrado o Dia Mundial da Pneumonia. A alta taxa de internação e os custos elevados com os tratamentos dessa doença são os maiores desafios para a saúde pública. Além disso, a pneumonia é uma das principais causas de morte das crianças menores de cinco anos nos países desenvolvidos.

O objetivo da campanha mundial é conscientizar a população sobre os riscos e a prevenção da doença. O diagnóstico precoce e o tratamento adequado são fatores importantes para a redução de casos e de mortalidade. Quando são feitos de forma correta, a pneumonia tende a ser facilmente curada. Por isso, é importante ficar atento aos primeiros sintomas e procurar ajuda médica.

Quer saber mais sobre a pneumonia? Então, leia este artigo até o final. Nele, vamos apresentar os tipos dessa doença, as causas e como tratá-la de maneira eficiente, evitando maiores complicações. Acompanhe!

O que é a pneumonia?

A pneumonia é uma infecção que se instala nos pulmões, podendo acometer os alvéolos pulmonares. Deles saem as ramificações terminais dos brônquios (órgãos que, quando inflamados, causam a bronquite) e, muitas vezes, os interstícios — espaço entre os alvéolos. A doença se desenvolve devido à penetração de agente infecciosos, como vírus, bactérias, fungos ou substâncias químicas, no espaço alveolar, onde acontece a troca gasosa.

Por isso, essa região precisa estar sempre limpa, longe de substâncias que possam interferir no contato do sangue com o ar. Quando alvéolos pulmonares e bronquíolos se encontram inflamados, os pulmões ficam comprometidos e não funcionam corretamente.

A pneumonia pode começar como uma simples gripe que, quando não é bem tratada, chega a afetar diretamente a imunidade do paciente. Com a defesa do organismo baixa, não é possível barrar ou proteger o pulmão e diferentes tipos de bactérias penetram nos alvéolos, provocando a inflamação causadora da doença.

Quais são os tipos de pneumonia?

A pneumonia é uma doença grave e acomete, mais frequentemente, homens e mulheres acima dos 60 anos. Existem alguns tipos da doença e eles se diferenciam pela epidemiologia do processo e pelo agente causador.

Pneumonia viral

A pneumonia viral é mais comum no inverno e é provocada pelo mesmo vírus causador da gripe e do resfriado. As pessoas podem se contaminar por meio do contato com gotículas de saliva e secreções que, eventualmente, são expelidas por pacientes infectados e ficam suspensas no ar.

Pneumonia bacteriana

Nesses casos, a pneumonia é provocada por agentes bacterianos e é o tipo que mais acomete os indivíduos. Algumas bactérias já estão, naturalmente, presentes em partes do nosso organismo, como pele, boca, garganta, nariz e sistema digestivo. Quando, por algum motivo, temos baixa de imunidade, elas podem se tornar causadoras da doença.

Pneumonia química

A pneumonia química é provocada pela inalação de substâncias nocivas ao pulmão, como agrotóxicos, poluentes, fumaças diversas, gases tóxicos e outros produtos químicos. Quando inaladas, essas substâncias inflamam os pulmões e a via aérea, facilitando a proliferação de bactérias. Trabalhadores da indústria têxtil, como de tinturarias, ficam expostos a produtos químicos orgânicos que podem causar a pneumonia.

Pneumonia por fungos

Provocado por fungos, esse tipo de pneumonia é bastante raro e mais agressivo. Acomete, especialmente, pessoas imunodeprimidas ou com doenças crônicas, como pacientes com qualquer tipo de câncer ou soropositivos.

Quais são as causas da doença?

dia mundial da pneumonia

Fungos e bactérias presentes no ar, principalmente nas estações mais frias do ano, podem causar pneumonia, sendo a bacteriana a mais comum. Normalmente, a doença é desencadeada por outros problemas de saúde, como gripes e garganta inflamada.

Quando a pessoa está com o sistema imunológico debilitado, a pneumonia tende a se manifestar de maneira mais agressiva. Outros fatores também podem provocar a doença, como:

  • mudanças bruscas de temperatura;
  • fumo;
  • álcool;
  • inalação de produtos tóxicos;
  • ar-condicionado;
  • resfriados ou gripes mal curados.

Quais são os sintomas da pneumonia?

Muitas vezes, os sintomas da pneumonia são parecidos com os de outras enfermidades pulmonares. Por isso, que conseguir diferenciá-los é a forma mais eficaz para combater a doença. Um dos principais sintomas da pneumonia aguda é a tosse, que pode vir acompanhada de:

  • febre alta;
  • alterações da pressão arterial;
  • pontadas ou algum desconforto na região torácica e nas costas;
  • falta de ar ou dificuldade de respirar;
  • mal-estar generalizado;
  • secreção amarelada ou esverdeada;
  • excesso de toxinas no sangue;
  • enjoo e vômito;
  • diarreia;
  • demasiado cansaço;
  • prostração.

Qual é o tratamento para a doença e como preveni-la?

Quando a pneumonia é provocada por bactérias, o tratamento é realizado por meio de medicamentos, como antibióticos, e dura em torno de 15 dias. Logo depois das primeiras doses, a tendência é diminuir os níveis de toxinas no sangue e cessar a febre. Ao longo do tratamento, os outros sintomas também desaparecem.

Já no caso da pneumonia viral, os sinais são controlados até que o corpo do doente esteja forte o suficiente para combater o vírus. Em geral, o tratamento desse tipo de pneumonia é feito em casa, mas quando o organismo do paciente não responde positivamente às intervenções, é indicada a internação.

Todo tratamento para pneumonia deve ser prescrito por um médico. Esse profissional analisará a gravidade da doença e poderá indicar a melhor forma de cura. Alguns fatores, como idade, pressão arterial e outros problemas de saúde, são levados em consideração para definir se o paciente será tratado em casa ou no hospital.

Tem como prevenir a pneumonia?

Embora na maioria dos casos o tratamento seja bastante eficiente, é fundamental a preocupação com a saúde e prestar atenção a alguns cuidados simples, que podem ajudar a prevenir a pneumonia. As dicas recomendadas pelos médicos são:

  • não fume;
  • mantenha os ambientes bem arejados;
  • trate adequadamente de gripes e resfriados;
  • procure manter a boa higiene das mãos;
  • fortaleça o sistema imunológico;
  • tenha hábitos saudáveis, como dormir bem e praticar atividades físicas.

Portanto, a pneumonia é uma doença comum e pode apresentar sintomas bem parecidos com outras infecções pulmonares. Por isso, é fundamental saber identificá-la. O diagnóstico precoce é essencial para um tratamento eficaz, evitando a evolução da doença. O Dia Mundial da Pneumonia procura conscientizar as pessoas sobre a importância da prevenção e do atendimento médico logo que se apresentem os primeiros sinais.

O AmorSaúde é uma rede de clínicas populares que oferecem atendimento médico, odontológico e exames diversos para a população. Assine a newsletter e receba nossos conteúdos exclusivos!

Posts relacionados

Deixe um comentário