Aprenda a cuidar corretamente da saúde dos olhos

7 minutos para ler

Para conquistar uma qualidade de vida satisfatória, é necessário cuidar do próprio organismo e isso inclui uma série de precauções que precisam ser tomadas. Uma delas é voltar uma atenção especial para a saúde dos olhos.

Certamente, você sabe que a visão pode ser comprometida com o passar dos anos tanto por fatores genéticos quanto por falta de cuidados do indivíduo em relação a esse sentido.

Por isso, este artigo tem como objetivo oferecer um passo a passo completo sobre como cuidar dos olhos, além de falar sobre as principais doenças que acometem essa parte do corpo. Acompanhe!

Quais são os cuidados necessários com a saúde dos olhos?

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), aproximadamente 50 milhões de pessoas no Brasil apresentam algum distúrbio de visão. Desse número, 60% dos casos são relacionados a cegueira e deficiência na visão.

No entanto, em muitos desses casos, se um tratamento com antecedência fosse procurado, essas consequências poderiam ser evitadas. Afinal, existem alguns hábitos que podemos adotar para não afetar negativamente a saúde dos olhos. Confira alguns deles a seguir.

Evitar coçar os olhos

Às vezes, parece inevitável dar aquela mexidinha nos olhos, não é mesmo? No entanto, esse hábito pode ser muito prejudicial. Isso porque a estrutura ocular é bastante frágil, então a pressão feita pelos dedos é capaz de causar lesões ou doenças mais severas.

As córneas podem sofrer deformações, originando doenças como a ceratocone, caracterizada pelo formato cônica da córnea e favorecendo o aparecimento da miopia e do astigmatismo.

Além disso, carregamos impurezas nas nossas mãos, então, ao coçarmos os olhos com elas, as bactérias são levadas para essa região, contribuindo para o surgimento da conjuntivite bacteriana.

Não utilizar excessivamente aparelhos eletrônicos

Outro item que parece ser um verdadeiro obstáculo na vida de muita gente é diminuir o uso de aparelhos eletrônicos, como celulares e computadores. Esse hábito pode prejudicar a vista ao causar cansaço, coceira e dificuldade para focar em imagens.

O sentido da visão é controlado por um músculo e, caso o estímulo esteja muito próximo, ele fica contraído. Por isso, recomenda-se dar intervalos a cada hora para descansar a vista, além de não ser recomendado ficar com os olhos tão próximos do celular e do computador.

Realizar exames preventivos

Ainda que seja comum procurar um médico apenas quando um problema surge, é recomendado consultá-lo sempre, por mais que, aparentemente, não exista nenhuma complicação grave. Isso porque algumas doenças são silenciosas, então, ao realizar exames preventivos, o profissional consegue identificá-las e tratá-las com antecedência.

Portanto, é importante fazer anualmente uma consulta com o oftalmologista para que ele indique os procedimentos necessários para cada caso. Afinal, esse profissional é um grande aliado na prevenção e tratamento de doenças que surgem na região dos olhos.

Ter uma boa alimentação

Os benefícios de uma alimentação balanceada envolvem o organismo do ser humano como um todo, inclusive a visão. Nesse caso, é importante destacar que os alimentos que contêm vitamina A e betacaroteno auxiliam na proteção da retina. Por isso, invista em couve, ovos, peixes e cenoura.

Cuidar das lentes de contato

Se você utiliza lentes de contato, tanto no dia a dia quanto de forma esporádica, saiba que é fundamental ter alguns cuidados em relação a elas. Um deles é lavar as mãos com água e sabão, secando-as com papel-toalha ou tecidos que não soltem fiapos antes de colocar as lentes. Além disso, é recomendado fazer a higienização nas peças, com a solução apropriada, depois que elas forem utilizadas.

Por fim, atente-se para as datas de validade dos produtos, já que o tempo varia entre eles. Por exemplo, enquanto alguns devem ser usados apenas por um mês, outros podem ser usados durante um ano.

Quais são as principais doenças que podem surgir nos olhos?

Quando pensamos em problemas na saúde ocular, é comum lembrarmos, primeiramente, dos distúrbios visuais, como a miopia, o astigmatismo e a hipermetropia. No entanto, esses vícios de refração não são caracterizados como doenças.

Por isso, é importante destacar que todo o corpo humano pode adquirir enfermidades, inclusive os olhos. Para evitá-las, vale a pena conhecer as principais doenças que aparecem nessa região.

Conjuntivite

A membrana que cobre a área da pálpebra e dos olhos é conhecida como conjuntiva. Quando está inflamada, apresentando irritação e vermelhidão, isso pode indicar um quadro de conjuntivite.

Essa doença pode ter causa alérgica, viral ou bacteriana. Nos dois últimos casos, ela se torna contagiosa. Por isso, é importante fazer a prevenção desse problema, evitando tocar nos olhos sem lavar as mãos, não usar maquiagens de outras pessoas na área dos olhos, não utilizar lentes de contato nem colírios de outras pessoas.

Para tratar a conjuntivite bacteriana, por exemplo, o oftalmologista costuma receitar antibióticos. Já na doença viral, são indicadas compressas frias, analgésicos e colírios lubrificantes para amenizar os sintomas do paciente. Por fim, se a origem for alérgica, é importante evitar o contato com o que causou a alergia e utilizar o medicamento prescrito por um especialista.

Catarata

Comumente associada aos idosos, a catarata é uma doença que causa a perda de transparência do cristalino, que é uma espécie de lente natural do olho. Ainda que as pessoas com mais de 70 anos sejam as principais afetadas, há casos de indivíduos mais novos com diabetes que contraíram a catarata.

Essa redução da transparência ocorre de forma lenta e, algumas vezes, primeiro apenas em um olho. Com o tempo, ela vai se agravando e comprometendo a visão ainda mais, deixando-a embaçada. Só é possível reverter esse quadro por meio de uma cirurgia.

Glaucoma

Sendo a maior causa de cegueira irreversível, o glaucoma é uma doença ocular que necessita de atenção. Isso porque, em muitos casos, ela é assintomática, então não é possível perceber o seu progresso.

O glaucoma acontece quando há o aumento da pressão ocular, causando lesões no nervo óptico, responsável por ligar os olhos ao cérebro. Para tratar esse problema, existem colírios que ajudam a diminuir a pressão.

Quais são os perigosos de óculos falsos para a saúde ocular?

Você sabia que os óculos falsificados representam um verdadeiro perigo para a saúde dos olhos? Afinal, os produtos que não têm a proteção adequada podem mascarar doenças que já existem nessa região, provocando um grande prejuízo para a visão.

Além disso, com os óculos de má qualidade, os raios UV penetram ainda mais nos olhos, podendo afetar o cristalino, fazendo surgir a catarata. Assim, no final das contas, o barato sai bem caro.

Por isso, é necessário cuidar bem da saúde dos olhos para que a visão não fique comprometida ao longo dos anos. Adquirir hábitos saudáveis e seguir as recomendações médicas ajudam a preservar a qualidade dessa região, então, vale a pena seguir um caminho mais atencioso com a área ocular.

Precisa marcar uma consulta de rotina com um oftalmologista? Para isso, entre em contato conosco e agende uma visita!

Posts relacionados

Deixe um comentário