6 dicas essenciais de cuidados com a pele no inverno

6 minutos para ler

O inverno está chegando e, com ele, o clima seco provocado pela baixa umidade do ar. Como se sabe, essa condição provoca o ressecamento da pele, fazendo com que ela perca o brilho e a aparência saudável. Por isso, é importante se atentar às dicas de cuidados com a pele no inverno.

Quando ocorre o ressecamento, a região cutânea fica esbranquiçada e sem proteínas. Algumas pessoas também reparam a presença de rachaduras na epiderme e nos lábios.

Se você quer prevenir todos esses problemas, continue a leitura e veja 6 orientações importantes sobre cuidados com pele para aderir durante esse período.

1. Utilizar hidratantes corporais e faciais

Ao contrário do que muita gente pensa, os hidratantes corporais e faciais não devem ser utilizados somente no verão. Afinal, o ar seco dos ambientes internos, a falta de umidade no ar e o vento frio prejudicam diretamente a pele.

No verão, o suor hidrata a epiderme. Já no inverno, como as pessoas costumam suar menos, o cuidado deve ser redobrado. Assim, os cremes hidratantes se tornam importantes aliados na hidratação e nutrição profunda. É recomendado passar os produtos logo após o banho, lembrando de dar prioridade para áreas como calcanhares, cotovelos e joelhos.

Para quem precisa de mais hidratação, vale a pena fazer um detox. Esse procedimento consiste em aplicar um cosmético na pele com o objetivo de eliminar células mortas que ficam localizadas na superfície, permitindo assim que os resíduos de maquiagem e poluição sejam removidos e a ação do hidratante seja potencializada.

2. Ter cuidado com banhos muito quentes e longos

Sabemos que, durante o inverno, é muito difícil tomar banhos frios, certo? Por isso, muitas pessoas costumam ficar muito tempo em banhos com temperaturas altas. No entanto, esse hábito é muito prejudicial para a epiderme.

Isso acontece porque a água muito quente pode causar o ressecamento, já que retira a camada de lipídios que têm como função proteger a pele. Por isso, sempre que possível, recomenda-se tomar banhos frios ou, pelo menos, não tão quentes e por pouco tempo.

Quanto à limpeza do rosto, é importante nem cogitar usar a água quente do banho. Ela deve ser feita com a água fria da pia. Também é bom limpar a região com produtos recomendados por um dermatologista, solicitando, portanto, a indicação de sabonetes e tônicos. Em geral, é importante lavar o rosto, pelo menos, duas vezes por dia e aplicar um tônico antes de dormir.

3. Utilizar sabonetes neutros

Você sabia que os sabonetes neutros são os mais recomendados para o inverno? Esse tipo de sabonete tem o pH próximo ao da pele e, dessa forma, ele não causa nenhuma alteração na região da microflora cutânea, sendo ideal para pessoas com pele sensível e, em dias mais frios, para diversos tipos peles.

Esse produto apresenta diversas vantagens, como:

  • retira impurezas da pele de modo delicado;
  • ajuda na remoção do excesso de sebo da pele;
  • não provoca o ressecamento;
  • não modifica a acidez da epiderme.

Entretanto, existem diferentes fórmulas desse produto e ele deve ser escolhido de acordo com cada pele — seja ela mista, seca ou oleosa. Por isso, mais uma vez, revela-se necessário pedir orientação ao dermatologista para que ele indique o sabonete ideal.

4. Utilizar protetor solar

O protetor solar não deve ser deixado de lado durante a estação mais fria do ano. Existem pessoas que não usam esse produto no verão e, muito menos, no inverno. Porém, esse hábito não é recomendável se você deseja manter a pele saudável, livre de ressecamentos e marcas.

Em geral, o protetor solar com fator 15 é suficiente quando estiver em áreas internas e sem luzes fortes. Enquanto isso, o FPS 60 deve ser utilizado todos os dias do ano e retocado frequentemente quando se está em ambiente externo, para que, assim, seja possível proteger a região diante da exposição aos raios solares.

Ainda que não sejam muito quentes durante o inverno, esses raios continuam presentes e apresentam um risco para a saúde da pele. Vale ressaltar que eles também causam o envelhecimento precoce e provocam manchas na epiderme.

Inclusive, em relação às manchas, os dermatologistas recomendam que procedimentos estéticos, como ácidos clareadores e renovadores, sejam feitos durante o inverno. Afinal, grande parte desses procedimentos deixa a pele mais vulnerável à luz do sol, então o recomendado é aderir às técnicas quando não estiver em um período muito quente do ano.

5. Prevenir os lábios rachados com protetor labial

Além dos cremes hidratantes próprios para o corpo e para o rosto, outro aliado é o protetor labial. Afinal, os lábios costumam ressecar bastante no frio, causando rachaduras que podem causar incômodos e até sangrar. Nesse caso, passar um batom pode ser uma tortura.

Por isso, recomenda-se sempre carregar um protetor labial na bolsa ou na mochila, para que seja possível passá-lo na boca algumas vezes ao longo do dia. O objetivo é manter essa região sempre bem hidratada.

Na maioria das vezes, os lábios são umas das primeiras partes do corpo a sofrer com o inverno. Dessa forma, é importante não negligenciá-lo e utilizar o protetor sempre que necessário, principalmente antes de dormir.

6. Cuidar das extremidades do corpo para não ressecar

As extremidades do corpo humano são cheias de dobras e rugas, então têm ainda mais facilidade para serem prejudicadas durante o frio. Nesse caso, é necessário hidratar constantemente regiões como cotovelos e joelhos, por exemplo.

Isso acontece porque essas áreas contam com menos quantidade de glândulas sebáceas, então não produzem óleo suficiente como outras regiões do corpo. O cuidado com as extremidades é particularmente importante, porque são itens responsáveis pela proteção das articulações e amplitude dos movimentos. Logo, não podem ser prejudicados pelo ressecamento ou rachaduras.

Percebeu como as dicas de cuidados com a pele no inverno são essenciais para uma melhor qualidade de vida? Agora, você está preparado para passar por essa estação sem que a epiderme sofra com o tempo.

Além disso, você sabia que seguir uma alimentação correta durante esse período do ano é fundamental? Por isso, preparamos um artigo com algumas dicas de como comer bem no inverno. Confira!

Posts relacionados

Deixe um comentário